Resenha - Eu sei o que você está pensando -- John Verdon

Ficha Técnica:

Título Original: Think of a Number
Tradução: Ivanir Calado
Páginas: 352
Formato: 16 x 23 cm
Peso: 440g
Acabamento: Brochura
Lançamento: 15/07/2011
ISBN: 9788580410143
EAN: 9788580410143
Preço: R$ 29,90
Sinopse:

 “De forma magistral,Verdon mantém seu protagonista sempre um passo à frente do leitor. E cria o tipo de mistério que faria Sherlock Holmes perder o sono.” - The New York Times
 Eu sei o que você está pensando propõe um enigma que parece insolúvel. Um homem recebe pelo correio uma carta provocadora que termina da seguinte forma: “Se alguém lhe dissesse para pensar em um número, sei em que número você pensaria. Não acredita? Vou provar. Pense em qualquer número de um a mil. Agora veja como conheço seus segredos.”
 O destinatário, Mark Mellery, pensa no número 658 e, ao abrir um envelope que acompanha a mensagem, descobre que o autor da carta previu corretamente o número que ele acabara de escolher de modo aleatório. Como isso seria possível?
 Desesperado com os bilhetes ameaçadores que se seguem à carta, Mark, um guru da autoajuda, procura um velho colega de faculdade, o brilhante detetive David Gurney, recentemente aposentado do Departamento de Polícia de Nova York.
 Aos 47 anos, 25 deles dedicados a desvendar terríveis casos de homicídio, David acaba de se mudar com a esposa, Madeleine, para uma fazenda no interior do estado e tenta se adaptar a um novo estilo de vida. Mas sua mente, extremamente lógica, é fisgada pelo quebra-cabeça apresentado por Mark.
 O “superdetetive”, apelido que ganhou da imprensa no auge da carreira, percebe que encontrou um vilão à sua altura quando as estranhas ameaças terminam em morte. Tudo leva a crer que o assassino, além de ser clarividente, cometeu um crime impossível, deixando pistas sem sentido e desaparecendo no meio do nada.
 Consumido pelo desafio de encontrar uma resposta lógica para o caso, David aceita trabalhar como consultor na investigação, colocando em risco seu já debilitado casamento e até mesmo sua vida.
 Considerado uma revelação, John Verdon criou em seu livro de estreia um personagem denso, cerebral, capaz de resolver crimes dignos de Hercule Poirot e Sherlock Holmes. Aclamado pelo público e pela crítica, Eu sei o que você está pensando foi vendido para 24 países.


Resenha:
 Então galera leitora, depois de um bom tempo que passei distante do blog, voltei! Mas só o resultado da promoção que postei anteriormente, não vai levar o blog a lugar nenhum, o blog continua com escassez de resenhas, e trago aqui a vocês, finalmente, uma resenha. Desta vez, depois de tanto tempo, trarei aqui a resenha do livro "Eu sei o que você está pensando", título sugestivo, não? E não é só o título que é ótimo, o livro por si é.
 O livro conta sobre a história de David Gurney, um detetive aposentado, que conseguiu solucionar casos históricos de assassinos em série, e que agora se vê enrolado em um caso tão intrigante que mesmo sem nenhuma morte até o momento, consegue ser tão assustador quanto um assassinato. Alguém está mandando cartas ameaçadoras para um guru da autoajuda, Mark Mellery. Nas cartas constavam coisas do passado obscuro de Mark, a qual só ele sabia e estranhamente, o remetente daquelas cartas também. Só que o mais estranho de tudo, o remetente que está enviando as cartas a Mark, o conhece tanto que conhece até o que Mark está pensando. Na primeira carta há um poema e o autor da carta, pede para Mark pensar em um número e olhar em um pequeno papel que vem junto no envelope. Mark pensa em 658, e ao olhar o pequeno papel, lá está o número em que ele pensou. E por isso ele fica muito assustado, pois nas cartas/poemas há ameaças de morte. Então ele vai pedir ajuda a seu amigo, David, e então a história começa a se desenrolar em um livro incrível. E a história vai ficando mais e mais emocionante a cada momento e consegue ficar em um nível inimaginável assim que começa a ler o livro.
 Eu considero que a capa de "Eu sei o que você está pensando" é muito legal e chama muita atenção. Acho que o que está na capa são as pegadas na neve (que aparecem no livro), embora também possa ser meramente ilustrativa.
 E o livro todo consegue ser ótimo, em seu pontos específicos, detalhes de crimes, e sem dúvida, Verdon nos faz conhecer a vida e os problemas de David, para então, tornar o final especial do jeito que é.
 Certo que, é claro, o livro não passa impune e sem nenhum ponto negativo. Eu considerei que o início é muito calmo e sem nada, e que passa um bom tempo só... digamos, parado. Sem nenhuma ação, mas depois que a história começa a ficar boa, a pessoa não se arrepende!
 Eu recomendo esta leitura a vocês... Eu sei o que você esta pensando é o novo tipo de leitura... Aproveitem este livro ao máximo, pois ele trará a vocês uma leitura inconfundível.
 "Viaje na imaginação, percorrendo todos os mundos literais que a literatura nos oferece!"
Blog Widget by LinkWithin
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. Quero muito ler esse livro. Parece ser muito bom, parabéns pelo blog. Depois dá uma passada no meu blog http://oliterata.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oii, primeira visitinha por aqui o/
    Adorei seu blog! Muito fofo...
    Estarei comentando seus post!
    E seguindo, me segue também!
    Bjss *-*
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Ah super legal esse livro da Arqueiro

    http://aleitoracassia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Ganhei esse livro em um promo, esperando chegar. Já li em outras resenhas q o começo é meio parado, uhu, isso é problema, mas depois melhora ne? Ansioso mesmo assim. Gosto de livros policiais.

    ResponderExcluir
  5. Quero muito ler esse livro. A história parece bem interessante,acho que será uma das minhas próximas leituras ;)

    ResponderExcluir

 
▲ Ir para Topo